A Ressaca do XXI Festival Jovem Diocesano da Canção

O Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil de Coimbra, SDPJ, aposta mais uma vez no Festival Jovem Diocesano da Canção, tendo este ano chegado à sua vigésima primeira edição. 

O objetivo principal desta atividade é proporcionar aos jovens um incentivo à criação poético-musical a partir de valores religiosos católicos, para além de promover o convívio e oração entre os seus participantes.

Desta vez, os mais de 60 jovens envolvidos viveram o tema “Maria, Rosto de Misericórida” e ao longo do dia experienciaram atividades relacionadas com o tema, possibilitando-lhes conhecer as diversas “facetas” de Maria ao longo da sua vida através de pequenas formações e momentos de partilha, bem como prepararem-se para a tão aguardada noite. Os nossos jovens tiveram ainda a oportunidade de ver uma exposição fotográfica relativa às Jornadas Mundiais da Juventude 2016, em Cracóvia, um momento muito emocionante, principalmente para quem viveu essa atividade.

Já durante a noite, inciamos o espetáculo com os 10 grupos de jovens dos vários Arciprestados da nossa Diocese inscritos a concurso, na Escola EB 2,3 Carlos de Oliveira em Febres e no fim, o nosso júri chegou ao momento mais esperado da noite.

Aqui, o terceiro lugar foi para o Grupo de Jovens Destinados, da Paróquia do Bolho, o segundo lugar foi ganho pelo Grupo de Jovens Alpha Jovem, de Arazede, e em primeiro lugar ficou o Grupo VOZ, dos Covões. Para além disso, forama tribuidos mais dois prémios, Prémio SER, votado entre os grupos e atribuído ao grupo que mais se destacou pelo seu dinamismo, alegria e convívio tendo sido ganho pelo Grupo Omega 7 (Oliveira do Hospital) e ainda uma novidade este ano, o Prémio Claque, para a melhor claque a animar o seu grupo, tendo sido atribuído à Claque do Grupo de Jovens UPSS (São Silvestre).

Terminou assim mais um Festival cheio de energia, entusiamo e de corações preenchidos no qual o SDPJ agradeceu a todas entidades e patrocínios envolvidos pelo seu apoio, bem como a todos os jovens da nossa Diocese por terem participado e feito deste Festival mais um momento de plena comunhão de Deus com os Jovens através da música. O Festival será sempre uma atividade de referência do Secretariado que promete ter novidades para um próximo ano.

 

Equipa SDPJ Coimbra